> Latest News, Blogs and Events (tap to expand)

Sign In    Join SPJ    Donate


Advertise with SPJ
— ADVERTISEMENT —
Advertise with SPJ
2


— ADVERTISEMENT —
— ADVERTISEMENT —


Stay in Touch
Twitter Facebook Instagram LinkedIn
RSS


SPJ Code of Ethics
English | PDF version
Arabic [PDF]
Chinese [PDF]
Croatian [PDF]
French
German [PDF]
Greek [PDF]
Hungarian [PDF]
Macedonian [PDF]
Persian
Portuguese
Slovene
Spanish

Other Codes of Ethics


Codes of Ethics History
Coded Controversy [Quill, April 2010]
1926 Ethics Code [PDF]
1973 Ethics Code [PDF]


Ethics
Ethics Home
SPJ Code of Ethics
News/Articles
Journalism Ethics Book
Case Studies
Committee Position Papers
Ethics Answers
Ethics Hotline
Resources
Ethics Committee

Quill: Stories About Journalism Ethics
– 10 lessons in journalism ethics
– Journalism’s complicated relationship with transparency
– Sinclair’s ‘teachable moment’ raises even more questions

Ethics Committee
This committee's purpose is to encourage the use of the Society's Code of Ethics, which promotes the highest professional standards for journalists of all disciplines. Public concerns are often answered by this committee. It also acts as a spotter for reporting trends in the nation, accumulating case studies of jobs well done under trying circumstances.

Ethics Committee chair

Lynn Walsh
Project Manager
Trusting News Project
E-mail
@LWalsh
Bio (click to expand) Lynn Walsh is an Emmy award-winning journalist who has been working in investigative journalism at the national level as well as locally in California, Ohio, Texas and Florida. Currently she leads the KNSD investigative team at the NBC TV station in San Diego, California, where she is the Investigative Executive Producer.

Most recently, she was working as data producer and investigative reporter for the E.W. Scripps National Desk producing stories for the 30+ Scripps news organizations across the country. Before moving to the national desk, she worked as the Investigative Producer at WPTV, NewsChannel 5, the Scripps owned TV station in West Palm Beach, Florida. She has won state and local awards as well as multiple Emmy’s for her stories. She loves holding the powerful accountable and spends more time than she would like fighting for access to public information.

Her passion lies in telling multimedia stories that deliver hard hitting facts across multiple platforms. She describes herself as a "data-viz nerd" who is obsessed with new online tools to share information on the web and mobile applications.

She is a contributor to the Radio Television Digital News Association blog and serves as Secretary-Treasurer for SPJ and is a member of SPJ’s FOI, Generation J and Ethics committees.

Lynn is always interested in new projects surrounding FOI, public information access, mobile reporting tools, social media and interactive journalism. She is a proud Bobcat Alumna and graduated from the Ohio University’s E.W. Scripps School of Journalism.


SPJ Ethics
Committee Members


Lauren Bartlett
E-mail

David Cohn

Elizabeth Donald
E-mail

Mike Farrell
E-mail

Carole Feldman

Paul Fletcher
E-mail

Fred Brown
E-mail

Chris Roberts

Alex Veeneman
E-mail

Home > Ethics > SPJ Code of Ethics > Sociedade dos Jornalistas Profissionais Código de Ética

Sociedade dos Jornalistas Profissionais Código de Ética

Preâmbulo Os membros da Sociedade dos Jornalistas Profissionais acreditam que o esclarecimento público é o precursor da justiça e o fundamento da democracia. O dever do jornalista é chegar a esses fins buscando a verdade e fornecendo um relato justo e abrangente de eventos e questões. Jornalistas conscientes de todos os meios e especialidades lutam ara servir ao público completa e honestamente. A integridade profissional é a base da credibilidade do jornalista. Os membros da Sociedade dedicam-se ao comportamento ético e adotam este código para declarar os princípios e padrões de prática da Sociedade.

Buscar e Relatar a Verdade
Journalistas devem ser honestos, justos e corajosos ao coletar, relatar e interpretar a informação.

Jornalistas devem:

— Testar a exatidão da informação de todas as fontes e exercitar o cuidado para evitar erros inadvertidos. A distorção deliberada nunca deve ser permitida.
— Buscar diligentemente os personagens das notícias, para dar-lhes a oportunidade de responder a acusações.
— Identificar as fontes sempre que possível. O público deve receber tanta informação quanto possível sobre a confiabilidade da fonte.
— Sempre questionar os motivos das fontes antes de prometer anonimato. Esclarecer as condições inerentes a qualquer promessa feita em troca de informação. Cumprir as promessas.
— Certificar-se de que as manchetes, chamadas e material promocional, fotos, vídeo, áudio, gráficos, declarações e citações não estão mal representados. Eles não devem supersimplificar ou salientar incidentes fora de contexto.
— Nunca distorcer o conteúdo de fotos ou vídeos noticiosos. Melhoramento técnico para dar clareza à imagem é sempre permitido. Identificar montagens e fotoilustrações.
— Evitar representações enganosas ou noticiar fatos montados. Se a representação é necessária para contar uma história, identifique-a como tal.
— Evitar métodos ocultos ou sub-reptícios de coletar informação, exceto quando os métodos abertos tradicionais não podem revelar informações vitais para o público. O uso desses métodos deve ser explicado como parte da história.
— Nunca plagiar.
— Contar com confiança a história da diversidade e magnitude da experiência humana, mesmo quando isso for impopular.
— Examinar seus próprios valores culturais e evitar impor esses valores aos outros.
— Evitar estereótipos de raça, gênero, idade, religião, etnia, geografia, orientação sexual, deficiência, aparência física ou status social.
— Apoiar o intercâmbio aberto de visões de mundo, mesmo de visões consideradas repugnantes.
— Dar voz a quem não a tem; fontes oficiais e não-oficiais de informação podem ser igualmente válidas.
— Fazer distinção entre defesa e reportagem. A análise e o comentário devem ser identificados e não deturpar fato ou contexto.
— Fazer a distinção entre notícia e propaganda e evitar os híbridos que borram as divisões entre ambos.
— Reconhecer uma obrigação especial de certificar-se de que o negócio público é conduzido abertamente e de que os registros do governo estão abertos à inspeção.

Minimizar os Prejuízos
Jornalistas éticos tratam as fontes, personagens e colegas como seres humanos que merecem respeito.

Os jornalistas devem:

—Mostrar compaixão por aqueles que podem ser afetados negativamente pela cobertura jornalística. Usar sensibilidade especial ao tratar com crianças e fontes e personagens inexperientes.
— Ser sensíveis ao procurar ou usar entrevistas ou fotos daqueles afetados por tragédias ou aflição.
— Reconhecer que coletar e relatar a informaçãopode causar prejuízo ou desconforto. A busca da notícia não dá direito à arrogância.
— Reconhecer que os indivíduos particulares têm mais direito a controlar a informação sobre si próprios do que os ocupantes de cargos públicos e outros que buscam poder, influência ou atenção. Somente uma extrema necessidade pública pode justificar a intromissão na privacidade de qualquer um.
— Demonstrar bom gosto. Evitar o estímulo de curiosidades sensacionalistas.
— Ser cuidadosos ao identificar suspeitos juvenis ou vítimas de crimes sexuais.
— Ser judiciosos ao nomear suspeitos de crimes antes do encaminhamento formal da acusação.
— Balancear os direitos de um suspeito de crimes a um julgamento justo com o direito do público a ser informado.

Agir com Independência
Os jornalistas devem ser livres de obrigações com qualquer interesse além do direito do público a saber.

Os jornalistas devem:

— Evitar conflitos de interesse, reais ou percebidos.
— Permanecer livres de associações e atividades que possam comprometer a integridade ou danificar a credibilidade.
— Recusar presentes, favores, gratificações, viagens gratuitas e tratamento especial, e evitar segundos empregos, envolvimento político, cargos públicos e servir a organizações comunitárias se elas comprometem a integridade jornalística.
— Deixar claro quando há conflitos inevitáveis.
— Ser vigilantes e corajosos para manter a responsabilidade dos que têm o poder.
— Negar tratamento favorável a anunciantes e a quem quer que tenha interesses especiais, resistindo a sua pressão para influenciar a cobertura da notícia.
— Desconfiar de fontes que oferecem informação em troca de favores ou dinheiro; evitar fazer ofertas pela notícia.

Ser responsáveis
Os jornalistas são responsáveis com seus leitores, ouvintes, espectadores ou qualquer outro público.

Os jornalistas devem:

—Esclarecer e explicar a cobertura da notícia e estimular o debate público sobre a conduta jornalística.
— Encorajar o público a expressar discordâncias com a imprensa.
— Admitir erros e corrigi-los prontamente.
— Expor práticas anti-éticas de jornalistas e da imprensa em geral.
— Agir pelos mesmos altos padrões pelos quais julgam os outros.

Tradução: Marcelo Soares (msoares@folhasp.com.br)


SPJ Code of Ethics
English | PDF version
Arabic [PDF]
Chinese [PDF]
Croatian [PDF]
French
German [PDF]
Greek [PDF]
Hungarian [PDF]
Macedonian [PDF]
Persian
Portuguese
Slovene
Spanish

Other Codes of Ethics


Codes of Ethics History
Coded Controversy [Quill, April 2010]
1926 Ethics Code [PDF]
1973 Ethics Code [PDF]


Ethics
Ethics Home
SPJ Code of Ethics
News/Articles
Journalism Ethics Book
Case Studies
Committee Position Papers
Ethics Answers
Ethics Hotline
Resources
Ethics Committee

Quill: Stories About Journalism Ethics
– 10 lessons in journalism ethics
– Journalism’s complicated relationship with transparency
– Sinclair’s ‘teachable moment’ raises even more questions

Ethics Committee
This committee's purpose is to encourage the use of the Society's Code of Ethics, which promotes the highest professional standards for journalists of all disciplines. Public concerns are often answered by this committee. It also acts as a spotter for reporting trends in the nation, accumulating case studies of jobs well done under trying circumstances.

Twitter Facebook Instagram LinkedIn RSS

Copyright © 1996-2018 Society of Professional Journalists. All Rights Reserved.

Legal | Policies

Society of Professional Journalists
Eugene S. Pulliam National Journalism Center
3909 N. Meridian St., Suite 200
Indianapolis, IN 46208
317-927-8000

Contact SPJ Headquarters
Employment Opportunities
Advertise with SPJ